PUBLICIDADE

Os R$ 360 mil desviados do Sesi podem ter ido parar na conta de golpista na Capital


PUBLICIDADE

01/09/2011 18h30

Os R$ 360 mil desviados do Sesi podem ter ido parar na conta de golpista na Capital

MICHELLE ROSSI


 A quantia de R$ 360 mil desviada da conta do Serviço Social da Indústria (Sesi) durante uma operação bancária, pode ter ido parar nas mãos de um golpista. O dinheiro foi transferido no início do mês de agosto, da conta do Sesi, no Banco do Brasil, para uma concessionária da Capital, no Bradesco, destinando-se à compra de três caminhonetes. No entanto, conforme boletim de ocorrência registrado na última terça-feira, o montante não foi depositado na conta especificada pelo Sesi, mas na conta corrente de pessoa física, no Banco HSBC.

O nome deste terceiro foi informado pelo próprio banco, que alegou não entender o que havia acontecido, mesmo diante do comprovante da transação apresentado pela entidade, com a conta do destino especificada corretamente.

O suposto beneficiário da bolada já tem passagem pela polícia por estelionato. Segundo registros policiais, ele aplicou golpe em uma mulher, em dezembro do ano passado, na cidade de Mundo Novo – interior do Estado.

No boletim de ocorrência consta que após estabelecer amizade com a vítima, ele pediu a ela que depositasse R$ 15 mil para ele se submeter a uma cirurgia. A mulher recebeu a promessa de que receberia o dinheiro de volta. O estelionatário chegou a efetuar supostos depósitos na conta dela, por meio de caixa eletrônico e apresentou comprovantes. Ao checar o saldo, os depósitos não tinham sido efetivados.

O Banco do Brasil continua não se pronunciando sobre o caso do Sesi, pois aguarda parecer do setor de segurança, cujo documento não tem data para ser divulgado. A Polícia Civil também não instaurou inquérito até o momento.

 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE