PUBLICIDADE

Vendas do comércio avançam 9,4%


PUBLICIDADE
  • mell280

05/09/2011 12h40

Vendas do comércio avançam 9,4%

INFOMONEY


 As vendas do comércio varejista apresentaram aceleração em agosto frente ao mesmo mês do ano passado, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, divulgado nesta segunda-feira (5).

O indicador mostra que, no mês passado, houve um aumento de 9,4% nas comercializações do varejo, na comparação com agosto de 2010, índice maior que o de julho deste ano (9,1%). No acumulado do ano, as vendas do comércio varejista cresceram 9,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. E frente a julho, o aumento foi de 0,7%, descontadas as influências sazonais.

O resultado registrado na passagem de julho para agosto foi uma recuperação após dois meses seguidos de fraco desempenho da atividade varejista, com queda de 0,1% em junho e alta de apenas 0,2% em julho.

Crescimento de veículos, motos e peças
Na passagem mensal, o principal segmento que puxou o crescimento do comércio foi o de Veículos, Motos, Peças, que registrou expansão de 5,6%. O segmento de Material de Construção também ajudou no desempenho mensal, com crescimento de 3,0%. O setor de Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios também teve boa performance, de 2,0% no mês passado.

Dos seis setores analisados, o único que apresentou retração foi o de Supermercados, Hipermercados, Alimentos e Bebidas, com uma queda de 1,6% na passagem de julho para agosto deste ano.

Analisando o acumulado do ano, isto é, de janeiro a agosto de 2011, o varejo nacional mostrou expansão de 9,5% em sua atividade, um ligeiro recuo comparando com o acumulado até julho deste ano, que registrou alta de 9,6%.

De janeiro a agosto deste ano, o destaque ficou com o setor de Material de Construção, com expansão de 11,8%. Outros setores que mostram fortes resultados são Móveis, Eletroeletrônicos e Informática, alta de 9,0% e Combustíveis e Lubrificantes, alta de 8,7%.

No entanto, o único setor que registrou queda no período foi o de Tecidos, Vestuários, Calçados e Acessórios, com retração de -0,2%.

Frente ao mesmo mês de 2010 destacam-se os setores de Material de Construção e Combustíveis e Lubrificantes, com avanços de 10,9% e 10,2%, respectivamente.

Desaceleração da atividade amenizada
Os economistas da Serasa Experian afirmaram que a atividade varejista em agosto foi impactada de forma favorável pelos bons resultados de vendas do Dia dos Pais, que cresceram 8,8% segundo levantamento realizado pela Serasa Experian, divulgado no último dia 15 de agosto.

Ademais, o momento positivo do mercado de trabalho, mostrando taxas de desemprego em níveis historicamente baixos, somado com os ganhos reais de salários, ajudam a sustentar o crescimento da atividade varejista nacional neutralizando, em parte, os efeitos restritivos, reflexo dos juros mais elevados e das condições de crédito mais restritivas.

Assim, “a retomada da trajetória de redução da taxa Selic (taxa básica de juros), conforme decisão recente do Banco Central, deverá amenizar (ou até mesmo interromper) o atual processo de desaceleração da atividade varejista nacional” avaliam os economistas.

Sobre o índice
O indicador da Serasa tem como base o banco de dados da Serasa Experian. A partir da metodologia de cálculo do PIB, apresentada pelo IBGE em 2007, na qual o comércio passou a ser, individualmente, o setor com maior participação na geração do valor adicionado da economia brasileira, respondendo por 11%, a entidade percebeu que é de fundamental importância dispor de mais indicadores, destinados a mensurar a evolução deste setor da atividade econômica do País.

 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE