PUBLICIDADE

Assentado é executado com quatro tiros em Ponta Porã, filho de 16 anos escapa


PUBLICIDADE

14/09/2011 09h20

Assentado é executado com quatro tiros em Ponta Porã, filho de 16 anos escapa

MERCOSUL NEWS


 

foto
Foto: Mercosul News

O administrador agropecuário José Miguel Neto, 53 anos, conhecido por ‘Paraná’, foi executado a tiros no início da tarde desta terça-feira, pro volta das 12h, na Rua Marechal Floriano, centro de Ponta Porã, quando estava em frente a uma empresa de refrigeração em companhia de um filho, de 16 anos. A vítima, que residia no Assentamento Itamarati, chegou a ser socorrida com vida, mas morreu ao dar entrada no hospital regional.


Pelo que foi apurado pela Polícia Civil, José Miguel estava com o filho dentro de seu veículo, um utilitário Ford/Rural, cor azul, placas HRU-1167, de Ponta Porã (MS), quando chegou outro veículo, possivelmente um Ford/Fiesta, cor prata, dirigido por uma mulher, e dele desceu um homem magro, de estatura mediana, aparentando 20 anos de idade, que sem dizer nada efetuou seis disparos contra a vítima.


Quatros dos tiros, que teriam saído de um revólver calibre 38, atingiram o assentado no rosto, pescoço e dois no flanco esquerdo, embaixo do braço. Em seguida o pistoleiro apontou a arma na direção do adolescente e acionou o gatilho, mas não houve disparo, pois o revólver já estava descarregado. Após o crime o pistoleiro entrou novamente no veículo em que havia chegado e fugiu com a mulher, tomando rumo ignorado.


A vítima foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros ainda com vida e levada para o hospital regional, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de receber atendimento médico. A polícia apura uma informação de que o crime esteja relacionado a um caso passional, mas não descarta outras hipóteses. As investigações estão a cargo do SIG (Serviço de Investigações Gerais), que já teria um suspeito.





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE