PUBLICIDADE

Aprovada por vereadores lei que proíbe máquinas de camisinhas em escolas da Capital


PUBLICIDADE

16/09/2011 12h30

Aprovada por vereadores lei que proíbe máquinas de camisinhas em escolas da Capital

Evelin Araujo e Ari Theodoro


 Foi aprovada pelos vereadores de Campo Grande na sessão da manhã desta quinta-feira (15), por 14 votos a 1, a proibição de instalação de máquinas dispensadoras de camisinhas emescolas da Capital. 

 
O vereador Dr. Loester (PDT) votou contra o veto e alegou que o projeto ainda é novo e a previsão de distribuição será apenas para alunos do ensino médio. “Sou médico e conheço a realidade do país. Existem vários casos de mães jovens, adolescentes irresponsáveis, que abandonam os filhos. Por isso precisamos da cultura da camisinha na escola”, disse. 
 
Para a vereadora Magali (PMDB), a distribuição desenfreada de preservativos é errada. “É preciso ter orientação a longo prazo com a família, palestras e debates, mas não as máquinas distribuidoras de preservativos”, opinou.  
 
“Será que vamos ter que distribuir seringas para os usuários de drogas? Os professores não suportam mais tantas atribuições e essa função é da família, não da escola”, disse a Professora Rose (PSDB).
 
Herculano Borges (PSC) é a favor da instalação das máquinas em casas noturnas, onde há público jovem e adulto. “Devemos capacitar os professores nas não investir o dinheiro público na banalização do sexo com essas máquinas”, completou. 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE