PUBLICIDADE

Taxistas reúnem-se com prefeito para discutir multas intermunicipais


PUBLICIDADE

07/02/2011 15h00

Taxistas reúnem-se com prefeito para discutir multas intermunicipais

Taxistas reúnem-se com prefeito para discutir multas intermunicipais

Hosana de Lourdes


Associação de Taxistas de Maracaju esteve reunida no gabinete, na última segunda feira, 24 de janeiro, com prefeito Celso Vargas juntamente com a diretora do departamento de tributação Marcia Cristina Romero de Souza. Na pauta da reunião estava questão do decreto estadual 9.234/98, bem como reivindicações para melhoria da classe.

 

De acordo com o taxista Ronaldo Barreto Rodrigues, diversos taxistas do município foram autuados no decreto estadual 9.234/98 que Aprovou o Regulamento do Serviço de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros do Estado de Mato Grosso do Sul, “fomos abordados pela Agepan/MS por estar transportando passageiros fora do perímetro urbano do nosso município, meu carro foi apreendido, recebi multa no valor de R$- 1.496,00,(mil quatrocentos e noventa e seis reais) por estar transportando passageiro, estamos nos sentindo constrangidos com relação a esta questão, principalmente no tocante do direito de ir e vir, então resolvemos procurar autoridade de nosso município para que se resolva esta situação”, menciona Ronaldo.

 

Associação pretende reunir-se com sindicatos das cidades vizinhas de Dourados, Jardim, Dourados, Sidrolândia e Campo Grande, para discutirem o assunto, “ nosso intuito é conversar com colegas de outros municípios para trocar experiências e buscar uma solução para a questão, provavelmente estaremos nos reunindo em Maracaju nos próximos dias com taxistas destas cidades para tomarmos uma decisão conjunta”, menciona o taxista Marcelo Rodrigues.

 

Os taxistas de Maracaju também reivindicaram melhorias nos pontos de trabalho, bem como no tocante de segurança pública, onde participou das discussões o sargento da PM de Maracaju Leonardo Arruda. O prefeito Celso Vargas mencionou que estará realizando consulta jurídica com relação ao decreto e estará discutindo com órgãos competentes para encontrar uma solução ao caso, “com relação aos pedidos dos pontos de taxi, estaremos viabilizando a melhoria no local de trabalho, no intuito de proporcionar aos taxistas um local adequado para exercício da profissão”, finalizou Vargas.

 

 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE