PUBLICIDADE

Misturar branco com outras cores pode atrair boas vibrações para 2011


PUBLICIDADE
  • mell280

29/12/2010 12h15

Misturar branco com outras cores pode atrair boas vibrações para 2011

Misturar branco com outras cores pode atrair boas vibrações para 2011

Terra


Que cor vestir na virada do ano? É uma pergunta que muita gente se faz. Mas qual o significado e a simbologia do amarelo, do vermelho ou do branco? A tradição vem de longe, dos antigos ritos de passagem no Egito, na Índia e na Grécia.

Amarelo, vermelho, verde ou branco, cada cor simboliza uma vibração, um significado e um desejo para o ano que vai chegar. O amarelo desde tempos imortais é o ouro e, por isso mesmo, ligado à prosperidade e ao dinheiro no bolso.

O vermelho, que para os gregos e romanos está ligado a Marte, o deus da guerra, é também a cor do sangue, da paixão e dos grandes amores. O laranja, outra cor quente, é a preferida de hindus e budistas quando se trata de dar e receber boas energias. O verde, da esperança, era assim desde o começo dos tempos para os gregos e egípcios. O símbolo ganhou o mundo.

Tudo bem que cada cor tem um significado e uma simbologia, mas quando se trata da passagem do ano uma delas ganha disparado na preferência do povo é o branco, a união de todas as cores. O branco é a cor da paz.

“Minha peça do pé a cabeça vai ser branca”, diz uma carioca. “Vou usar amarelo para atrair dinheiro”, diz uma jovem. “Vou de vermelho para ver se melhora um pouquinho o amor no coração das pessoas”, cita outra jovem.

“Vou passar o Ano Novo de branco, mas meu marido com sunga amarela, porque alguém tem de ganhar dinheiro lá em casa. Ele de sunga amarela para garantir o dinheiro e eu de branco para garantir a paz”, brinca uma senhora.

Nas lojas da Saara, a região do comércio popular do Rio de Janeiro, os comerciantes inventam novidades a cada ano. Agora criaram também a camiseta grafitada na hora. Marcos faz o desenho e o desejo que o freguês quiser.

“Essa é para minha mãe Sueli, botei o apelido ‘Sue’. Ele colocou aqui o 2011 para a gente ter um ano de paz e saúde”, aponta a cliente.

Para Cláudio Baltar, estudioso da umbanda, o branco é a cor de Oxalá , o pai de todos os deuses, mas não é obrigatório usar branco. Dá para misturar, variar e, quem sabe, conquistar as boas vibrações de todos os santos.

“Fala se muito não só pelo ano 2011, o ano 2 e três vezes o 1, que somados dão 4, de Iansã, a grande guerreira. Trabalha-se com vermelho, dependendo do candomblé ou da umbanda com o amarelo. O branco que é pleno para tudo, os tons rosa pálido, salmão, tudo isso atende a cor de Iansã. Ela é a grande guerreira, a grande deusa dos ventos, das tempestades e das mudanças. É um ano promissor, é um ano de grandes desafios, de grandes ajustes que vão consolidar várias situações que estavam adormecidas e, acredito eu, de grandes revelações para o povo. Fazer um Brasil e um mundo melhor”, afirma o estudioso da umbanda Cláudio Baltar.





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE