PUBLICIDADE

'PMDB não está enlameado', diz André sobre investigações


PUBLICIDADE

23/08/2015 10h00

'PMDB não está enlameado', diz André sobre investigações

Adilson Trindade e Gabriela Couto


 

 

Partido deixa a convenção sem eleger presidente



André foi até a Câmara nesta semana 
(Foto: Gerson Oliveira/Correio do Estado)
André foi até a Câmara nesta semana
 

O PMDB deixa a convenção municipal sem eleger o presidente por falta de acordo e sem a sinalização de nome para concorrer a Prefeitura de Campo Grande, nas eleições de 2016. Mas o ex-governador André Puccinelli destacou a importância de o partido disputar a sucessão do prefeito Gilmar Olarte (PP).

Para ele, os escândalos de corrupção não devem atingir o partido por não existir ninguém do “PMDB enlameado” com as investigações da Operação Lama Asfáltica. A Polícia Federal não teve autorização judicial para fazer busca e apreensão nas residências de líderes peemedebista. 

Com isto não vê preocupação com as investigações da Lama Asfáltica nos contratos de obras em seu governo. André nega qualquer envolvimento no esquema, mas defendeu apuração rigorosa.

“Os culpados devem pagar”, afirmou. Para o ex-governador, “a Justiça tem de ser igual para todos. Tenho convicção de que nenhum peemedebista tem impressão digital na Lama Asfáltica”. Na sua avaliação, as investigações vão “atrapalhar as pessoas que cometeram os ilícitos”.

 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE