PUBLICIDADE

Polícia Federal deflagra operação mirando no grupo Aviões do Forró


PUBLICIDADE

18/10/2016 09h40 - Atualizado em 18/10/2016 11h59

Polícia Federal deflagra operação mirando no grupo Aviões do Forró

O Globo


RIO – No início da manhã desta terça-feira, a Polícia Federal, em ação conjunta com a Receita Federal, deflagrou uma nova operação contra fraudes no imposto de renda e lavagem de dinheiro que teriam sido cometidas por empresários do setor do entretenimento, responsáveis pelo agenciamento de bandas de forró e casas de show no estado do Ceará. A operação, batizada de "For All", mira no grupo empresarial A3 Entretenimento, que administra, entre outras bandas, o grupo Aviões do Forró.Procurada pelo GLOBO, a banda enviou comunicado oficial: "A Banda Aviões do Forró informa que está à disposição da Polícia Federal e da Justiça e que colaborará com todos os questionamentos em relação à operação". Segundo os porta-vozes, o mesmo vale para a A3 Entretenimento.


Criada em 2002, a Aviões do Forró é um dos maiores nomes do gênero no Brasil, com cerca de 30 shows por mês, e turnês pelos Estados Unidos e Europa. Na noite desta terça-feira, o grupo tem uma apresentação agendada em Floriano, no Piauí, que segue inalterada.

De acordo com a comunicação da PF, cerca de 260 policiais federais e 35 auditores estão cumprindo 76 mandados judiciais, sendo 32 de condução coercitiva e 44 de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza e Russas, no Ceará, e Souza, na Paraíba. A Justiça Federal decretou o bloqueio de imóveis e a apreensão de veículos pertencentes a pessoas ligadas ao grupo. Entre os alvos, estariam os cantores Solange Almeida e José Alexandre, conhecido como Xand Avião.






PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE