PUBLICIDADE

Justiça manda acusado de esquartejar a mãe ficar em hospital na Capital


PUBLICIDADE

13/12/2017 15h27 - Atualizado em 13/12/2017 16h38

Justiça manda acusado de esquartejar a mãe ficar em hospital na Capital

Helio de Freitas, de Dourados


 O ex-estudante de medicina veterinária Camilo Vinicius D’Amico Freitas, 33, acusado de matar a própria mãe, a médica veterinária Pierina Maria D’Amico, 60, vai ficar internado no Hospital Nosso Lar, em Campo Grande. A decisão foi tomada há pouco pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Dourados, César de Souza Lima, durante a audiência de custódia.Camilo foi levado no início da tarde de hoje (13) ao Fórum de Dourados para a audiência. Desde sexta-feira (8), quando o corpo foi encontrado no quarto da casa onde os dois moravam, Camilo estava internado em um hospital da cidade.

Ele chegou ao Fórum em uma viatura da Polícia Militar e foi colocado numa cadeira de rodas e escoltado por guardas municipais até o interior do Fórum, na Avenida Presidente Vargas. Camilo, que tem esquizofrenia, um transtorno psiquiátrico caracterizado por alteração cerebral que dificulta o julgamento sobre a realidade, estava com as mãos algemadas e as pernas acorrentadas.

No dia que o corpo descoberto após um vizinho encontrar a mão direita de Pierina na calçada, Camilo foi autuado em flagrante e colocado à disposição da Justiça. Por ordem judicial, ele foi mantido internado sob escolta policial. Após a audiência, o juiz determinou que o homem fique custodiado no hospital, na Capital.

Crime bárbaro – O corpo de Pierina D’Amico foi encontrado na casa dela, no Parque Alvorada, na tarde de sexta-feira (8), após uma pessoa ver uma mão jogada na calçada da residência. A perícia concluiu que a morte ocorreu entre 48 e 24 horas antes. Camilo foi encontrado nu, no quintal. Três facas sujas de sangue foram encontradas na casa.

A empregada de Pierina disse que na sexta de manhã foi à residência, chamou pela veterinária, mas como ninguém saiu para atender ao portão, ela foi embora. Como não percebeu a mão na calçada, a suspeita é que Camilo tenha jogado depois.

Natural de Santa Maria (RS), onde cursou veterinária, Pierina era servidora pública aposentada do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Camilo chegou a iniciar a faculdade de veterinária, mas abandonou os estudos após apresentar a doença, há pelo menos uma década.


 
 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE