PUBLICIDADE

São Paulo abre 4 a 0, permite reação do Coritiba e vence no sufoco


PUBLICIDADE
  • mell280

28/07/2011 09h40

São Paulo abre 4 a 0, permite reação do Coritiba e vence no sufoco

Terra


 Em partida com dois tempos bastante distintos, o São Paulo conquistou nesta quarta-feira sua oitava vitória no Campeonato Brasileiro, a primeira sob o comando de Adilson Batista. Jogando fora de casa pela 12ª rodada, o time paulista deu show no primeiro tempo, esbanjou apatia no segundo e levou um susto do Coritiba. Mesmo assim, venceu o rival por 4 a 3.

Com o resultado, os são-paulinos chegaram a 25 pontos em 12 partidas e ainda aumentaram a pressão para o líder Corinthians. A equipe alvinegra tem 28 pontos em 11 partidas, mas já não joga nesta rodada (venceu o Inter por 1 a 0 por antecipação); por isso, precisa vencer o Santos em 10 de agosto (jogo da quinta rodada) para poder manter a liderança folgada que tem hoje. Caso contrário, vê o rival tricolor se aproximar.

O Coritiba, por sua, segue em sua irregularidade, depois do empolgante começo de temporada. Com seis derrotas em 12 jogos, o time de Marcelo Oliveira chega a quatro partidas sem vencer (derrotas para Grêmio e Fluminense, e empate com Bahia), mantendo-se na 12ª posição do Campeonato Brasileiro.

O Coritiba até começou melhor em casa, mandando uma bola rente à trave direita de Rogério Ceni logo no primeiro minuto da partida, em chute de Rafinha. E mesmo dominado pelo toque de bola alviverde nos minutos iniciais, o São Paulo abriu o placar aos 17min: após jogada de Lucas pela direita, Carlinhos Paraíba recebeu a inversão de bola na entrada da área e acertou uma pancada no ângulo de Edson Bastos.

Mesmo acusando o golpe, o Coritiba ainda dominava a posse de bola, mas sem criar. O São Paulo então aproveitou para surpreender os donos da casa: aos 24min, o zagueiro Rhodolfo lançou da defesa para Juan - em condição legal - sair sozinho e tocar por cima de Edson Bastos para ampliar. Enfim, o Coritiba acusava definitivamente o golpe.

Desta forma, o time paranaense se deparou com o terceiro gol são-paulino. Na esquerda, Dagoberto tocou para Lucas, que devolveu para o atacante. Na entrada da área, o camisa 25 abriu para Wellington e partiu para receber dentro da área. Ali, pela direita, bateu cruzado para fazer 3 a 0 e praticamente decretar a vitória já no primeiro tempo. E o Coritiba, que já complicava, ainda perdeu Davi expulso aos 41min por reclamação.

Após o intervalo, o Coritiba ainda tentou se reencontrar, mas levou o quarto gol logo aos 10min. Eltinho recebeu a bola na lateral esquerda e, ao errar a saída, entregou o lance nos pés de Lucas, que apenas avançou e acertou toque por cobertura, pegando Edson Bastos fora do gol para fazer mais um. De quebra, o quinto gol quase veio aos 19min, mas o goleiro do Coritiba defendeu o chute rasteiro de Dagoberto.

Mas a vantagem fez o São Paulo se acomodar, e o Coritiba aproveitou para reagir. Primeiro, aos 22min, com o gol de Rafinha, que aproveitou a sobra para fazer o primeiro com um chute forte. Depois, aos 29min, com Bill recebendo o cruzamento pela esquerda, dividindo com Xandão e tocando caído no canto. Com 4 a 2 no placar, o time ainda teve nova chance aos 31min, mas a defesa paulista afastou o cruzamento.

E quando já era melhor em campo, o Coritiba chegou a seu terceiro gol: aos 40min, Rafinha cruzou pela direita para Bill, que ganhou de Juan para fazer o terceiro de cabeça. Mesmo assim, a reação demorou demais, e o São Paulo soube se segurar. Agora, os dois times voltam a campo agora no domingo, dia 31, pela 13ª rodada do Brasileiro. Às 16h (de Brasília), o São Paulo recebe o Vasco no Estádio do Morumbi. Mais tarde, às 18h30, o Coritiba visita o ameaçado América-MG na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE