PUBLICIDADE

População de Maracaju realiza carreata de apoio a caminhoneiros


PUBLICIDADE
  • mell280

25/05/2018 16h53 - Atualizado em 25/05/2018 18h19

População de Maracaju realiza carreata de apoio a caminhoneiros

Representantes de diversas entidades de classe e setores do agronegócio demonstraram publicamente apoio ao manifesto, que já está no quinto dia.

Hosana de Lourdes


Centenas de motoristas, comerciantes, sociedade em geral realizaram uma carreata passando pela Rua 11 de Junho até o ponto de bloqueio do movimento grevista na BR-267, próximo ao Posto 13, na saída da cidade.

De acordo com diversos comerciantes que utilizaram suas redes sociais para justificar o porque fecharam suas portas no dia de hoje, a sociedade está massacrada pelos altos impostos e o custo dos produtos, dentre eles os combustíveis.

O empresário Antônio Carlos Saboto postou, "Está é uma demanda de todos nós. Assim, a Fert Flora se posiciona em favor do manifesto ordeiro e pacífico, mas firme e decisivo, por isso fechamos hoje," disse.

A proposta da carreata demostrar que a sociedade de Maracaju não concorda com os abusivos aumentos de combustíveis.

O vereador Robert Ziemam que esteve no local lembrou que o movimento é importante, "vamos nos juntar aos caminhoneiros nessa causa e parar o país por um instante, antes que tenhamos que parar de vez. Está causa é de todo cidadão brasileiro”, disse.

Joãozinho Rocha cobrou, “nós temos que nos posicionar em benefício da sociedade. Esse ato é legítimo e vamos continuar apoiando o movimento grevista”, garantiu.

Para o representante dos motoristas, Nego da Acamar, o apoio demonstrado pela sociedade civil organizada de Maracaju é extremamente importante para o movimento, que busca o direito para todos.

“As pessoas precisam entender que tudo tem um preço abusivo, não é só o óleo diesel, não é só o motorista que é prejudicado. Se você chega no mercado e os produtos estão caros é porque o custo é gerado em cadeia e, com a redução deles, tudo melhora para a sociedade. Não podemos mais nos calar diante destes abusos”, reforçou.

 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE