PUBLICIDADE

SOMOS TODOS PALHAÇOS


PUBLICIDADE

13/06/2018 15h20

SOMOS TODOS PALHAÇOS

Professor Me. Ciro José Toaldo


 

 

Você amigo leitor já se sentiu um palhaço nesta vida? Caso não tenha ainda sentido essa sensação, neste artigo retrato fatos para deixá-lo perplexo, caso não se sinta palhaço ao menos fique indignado!

A primeira palhaçada veio com as manifestações dos camioneiros, nossos heróis deram à cara a tapa, mas o governo deita e faz rolar, os preços aumentaram e tudo flui as mil maravilhas! País de otário! Quero ver até quando o povo suportará a enganação de um governo sem força, a beira da destituição!

Além disto, a palhaçada da aparição de Lula, agora como presidiário, mas vivendo no luxo em Curitiba, com mordomias de ex-presidente, surge como ‘doutor’ de terno e gravata com cores da bandeira brasileira que honrou enquanto presidente, pois ajudava os países da América Latina estabelecer o comunismo como sistema de governo, como o fez no Foro de São Paulo!

O presidiário foi prestar um depoimento ao Juiz Federal Marcelo Bretas, ele, como sempre apresentou um ‘discurso’ de vitimização, afirmando ser tudo denuncismo. Não vou adentrar na essência dessa audiência. Quero escrever as razões de me sentir palhaço frente a este depoimento de Lula para este juiz, vergonhosamente este membro de alto cargo do judiciário, acabou ridicularizando o cidadão brasileiro.

De maneira patética este juiz, que ocupa uma posição invejável, ganha salário acima da média de qualquer cidadão, em frente de um presidiário, com seus direitos políticos suspensos, passou à população apoio ao possível candidato ‘preso’, dizendo que já usou boné e camiseta com nome de Lula, elogiando-o, e o possível candidato preso não perdeu tempo, pede ao juiz para ir num de seus próximos comícios!

 Para quem prestou depoimento a um juiz, vendo o posicionamento deste magistrado, a indignação e o sentimento de ridicularização revelam quanta palhaçada da justiça (judiciário) brasileira, ela não é cega como demonstra ser. Na verdade, tudo depende do cargo e posição da pessoa para ter tratamento diferenciado. Este patético ato de deboche feito pelo membro do judiciário, demonstra sua falta de seriedade ao colocar em xeque o árduo trabalho dos juízes que pautam sua conduta de trabalho na imparcialidade. Penso que este membro, deveria rever sua atitude que levou a indignação de muitas pessoas de bem deste país.

Não estamos mais suportando tamanha palhaçada, ao menos quem trabalha e leva a vida com dignidade e honestidade, sem envolver-se nas falcatruas. Ouçam os camioneiros, os desempregados e quem se encontra na ‘lona’ e sem poder pagar suas contas, estes podem dizer o quanto são palhaços e precisam ter ‘estômago’ para suportar os governantes e políticos corruptos!

Agora virá a copa do mundo e a alienação toma conta de muitos! Temer será esquecido, o Neymar virá com a bola toda e na sequência teremos as eleições. Meus amigos deixe esta ‘Rede Esgoto de televisão’ de lado, abra os olhos, não se pode continuar sendo palhaço ou fantoche de manipuladores, muitos destes comungam com os ideais esquerdistas, pois querem o poder para dele tirar proveito para seu próprio grupo e bolso!

Pense nisto, dias tenebrosos poderão vir para o país, mas é preciso mobilização para deixar a palhaçada de lado, entendendo que nem tudo se perdeu!

Deus nos abençoe, hoje e sempre.   





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE