PUBLICIDADE

Doadores e receptores de rins ficam isentos de pagamento de taxa em concursos públicos


PUBLICIDADE

20/06/2018 11h21

Doadores e receptores de rins ficam isentos de pagamento de taxa em concursos públicos

Gildo Tavares


 

Foi aprovado em segunda votação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Projeto de Lei apresentado pelo Deputado Estadual Felipe Orro, que isenta de pagamento da taxa de inscrições em concursos públicos, candidatos que receberam ou doaram rins. A proposta agora segue para sanção do governo do estado.

Para se adequar à esta norma, os órgãos estaduais, que a partir da sanção do governo do estado, realizar concurso público devem inserir, nos respectivos editais, normas expressas acerca da previsão do benefício e de usa forma de obtenção.

O transplante realizado com doador vivo oferece vantagens, pois como possibilidades terapêuticas de escolha, é um procedimento que favorece a redução do tempo na fila de espera, aumentando a sobrevida do paciente, além de favorecer a qualidade de vida do mesmo e das relações familiares.

“Este projeto é mais um incentivo para que as pessoas sejam doadoras. É um ato nobre, que deve ser difundido na nossa sociedade”, defende orro.

Mesmo diante dos benefícios apresentados, o processo do transplante com doador vivo não é simples. Trata-se de um processo demorado, pois envolve aspectos éticos, avaliações específicas do receptor e do doador. Esses fatores podem afetar o sistema familiar que sofre grande impacto, pois a família enfrenta dilemas, tanto pela possibilidade da retirada do órgão de um parente saudável, riscos cirúrgicos, como por sentir-se responsável em garantir a sobrevida do paciente.

 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE