PUBLICIDADE

Longen visita áreas em Paranaíba para construção de um Centro Integrado Sesi Senai


PUBLICIDADE

11/07/2018 17h06

Longen visita áreas em Paranaíba para construção de um Centro Integrado Sesi Senai

Daniel Pedra


 

 

A cidade de Paranaíba pode ganhar o 4º CISS (Centro Integrado Sesi Senai) de Mato Grosso do Sul a exemplo dos municípios de Aparecida do Taboado, Maracaju e Naviraí. O presidente da Fiems, Sérgio Longen, acompanhado pelo deputado estadual Paulo Corrêa e pelo secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, visitou três áreas no município para a edificação do projeto, que receberá investimento da ordem de R$ 15 milhões, sendo R$ 10 milhões para a obra e R$ 5 milhões para equipamentos e mobiliários.

 

“A construção de um CISS em Paranaíba faz parte das nossas ações de desenvolvimento do setor industrial na Costa Leste do Estado. Já temos o projeto praticamente pronto e a sua viabilização está bem encaminhada, pois nos reunimos no ano passado com o prefeito na Casa da Indústria e hoje estamos avaliando os três terrenos sugeridos para receber a obra”, detalhou Sérgio Longen.

 

O presidente da Fiems explica que há uma grande demanda por mão de obra qualificada na região e isso motivou a escolha do município para a construção do 4º CISS de Mato Grosso do Sul. “Após definirmos qual o terreno que melhor abrigará o nosso Centro Integrado, o prefeito vai encaminhar o projeto de lei para a doação da área e caberá aos vereadores aprovarem para que possamos viabilizar a edificação dessa unidade nos mesmos moldes do construído em Aparecida do Taboado”, detalhou.

 

Duração da obra

 

Longen acredita que em duas ou três semanas a equipe técnica da Fiems dará o parecer sobre qual das três áreas é a melhor para a construção do CISS, cabendo à Câmara de Vereadores aprovar a doação do terreno. “A partir dessa doação, vamos precisar de mais 60 dias para finalizar o projeto arquitetônico e, de posse dessa planta baixa, vamos abrir o processo licitatório para a escolha da construtora. Acredito que essa obra deve levar até um ano e seis meses para ser concluída e, depois de mobiliada e equipada, ser inaugurada para o início da operação”, estimou.

 

Ele acrescenta que será levado em conta na hora de escolher o terreno o acesso dos alunos ao local. “Os alunos precisam chegar à nossa unidade com facilidade, então não posso escolher uma área muito longe porque ficará inviável, dificultando a captação de estudantes para a Escola do Sesi Sesi e para os cursos do Senai. Por isso, a localização da área é muito importante e, nas visitas que fiz, constatei que dois terrenos ficam muito longe da zona urbana, inviabilizando a escolha. Entretanto, um dos terrenos está bem localizado e o prefeito comprometeu-se em ajudar na escolha dele”, informou.

 

Paranaíba já conta com uma Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi, que foi inaugurada em 22 de outubro de 2010 pelo presidente da Fiems, Sérgio Longen, e pelo então prefeito José Garcia de Freitas. O espaço está localizado na Avenida Coronel Gustavo Rodrigues da Silva, no centro da cidade, e integra a rede de bibliotecas da Indústria do Conhecimento do Sesi no Estado, que já conta com 44 unidades em 40 municípios. Com a construção do CISS, a cidade contará com todos os serviços disponibilizados pelo Sistema Fiems.

 

Repercussão

 

Na avaliação do prefeito de Paranaíba, Ronaldo Miziara, o presidente Sérgio Longen traz uma boa notícia para o município, que é a construção de um Centro Integrado Sesi Senai. “O presidente vistoriou algumas áreas para a instalação da unidade e gostou de uma delas, sendo que agora vamos enviar à Câmara de Vereadores o projeto de lei para a doação desse terreno. A aprovação deve ser por unanimidade, pois todos sabem que esse CISS vai ajudar no desenvolvimento da nossa região, gerando mais empregos para os nossos trabalhadores, que serão capacitados”, avaliou.

 

Ronaldo Miziara reforça que Paranaíba está começando a colher frutos da visita feita ao presidente da Fiems no ano passado para solicitar uma atenção especial para Paranaíba. “Sabemos que Paranaíba tem um potencial muito grande e os nossos habitantes precisam fazer esses cursos de qualificação profissional para garantir colocação no mercado de trabalho. Além disso, a construção desse Centro vai receber investimento da ordem de R$ 15 milhões, que devem movimentar a nossa economia e, por isso, tenho certeza que dá nossa parte não vai falhar porque não podemos perder essa oportunidade”, ressaltou.

 

O secretário estadual Jaime Verruck destacou o empenho do presidente da Fiems na busca pelo desenvolvimento econômico de vários munícipios da Costa Leste do Estado. “Uma das questões da Federação é a necessidade de trazer uma unidade do Sesi e Senai para Paranaíba para atuar na área de saúde e segurança do trabalho, bem como na qualificação profissional dos trabalhadores e na educação dos estudantes dos ensinos Fundamental e Médio do município. A Fiems já comunicou ao Governo do Estado que vai construir um CISS na cidade e nós entendemos que não dá para trazer o desenvolvimento econômico para Mato Grosso do Sul sem atrair indústrias, que precisam de mão de obra qualificada. Hoje Paranaíba está ganhando um presente significativo e a partir de agora entra nesse rol de mais um quesito para atrair empresas”, analisou.





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE