PUBLICIDADE

SIG prende assaltantes de padaria e empresário que emprestou a arma


PUBLICIDADE

19/07/2018 13h18

SIG prende assaltantes de padaria e empresário que emprestou a arma

Em roubo gravado por câmera de segurança, bandidos levaram dinheiro do caixa de uma padaria no BNH 3º Plano e o salário que uma cliente tinha recebido naquele dia

Hélio De Freitas


 Policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais), da Polícia Civil, prenderam ontem (18) dois assaltantes que invadiram uma padaria em um bairro nobre de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, e foram gravados pelo sistema de câmeras do estabelecimento. Também foi preso um empresário de 26 anos, que emprestou o revólver usado no assalto.

O roubo ocorreu por volta de 18h de segunda-feira (16), em uma padaria localizada no BNH 3º Plano, na região norte da cidade. Além do dinheiro do caixa, os bandidos levaram a bolsa de uma cliente com o celular e R$ 1.300,00 do salário que ela tinha recebido naquele dia.

Foram presos Bruno Henrique Crialesi, 26, e Marcus Vinícius Anglico Villalba, 21, o “Capetinha”. Foram eles que invadiram a padaria usando capacetes e com o revólver em punho renderam as vítimas.

O terceiro acusado preso é o empresário do ramo de calhas Renan Pereira Santana, 26, morador no Jardim Canaã 3. Ele nega participação no assalto, mas admite ter emprestado a arma para Bruno Henrique, de quem é amigo.

O assalto foi gravado pela câmera de segurança, como mostra o vídeo abaixo. As imagens ajudaram nas investigações.

De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, chefe do SIG em Dourados, os três foram autuados em flagrante por roubo qualificado pelo emprego de arma de fogo e concurso de pessoas e associação criminosa armada. Ele pediu a prisão preventiva do trio.

Investigação – Segundo o delegado, após ser informado do assalto o SIG iniciou diligências para prender os autores do crime. Na terça-feira os policiais descobriram que um dos assaltantes era conhecido como "Capetinha".

Nesta quarta-feira, os dois homens que invadiram a padaria foram identificados como Bruno Henrique e Marcus Vinícius, o "Capetinha", ambos com antecedentes criminais por roubo e porte de arma de fogo.

Na tarde do mesmo dia, o SIG prendeu Bruno Henrique, que se encontrava no regime semiaberto. Ele foi preso no local de trabalho e Marcus Vinícius em casa. A moto usada no assalto é de Bruno e também foi apreendida.

Questionados sobre a arma do crime, os assaltantes contaram que o revólver calibre 32 pertencia a Renan Santana. No endereço comercial dele, no Canaã 3, os policiais apreenderam a arma com seis cartuchos. O empresário foi preso no local por ter fornecido a arma usada no roubo.

 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE