PUBLICIDADE

Mãe e bebê que tiveram partes do corpo queimado se recuperam na Santa Casa


PUBLICIDADE
  • mell280

13/09/2018 10h21

Mãe e bebê que tiveram partes do corpo queimado se recuperam na Santa Casa

Maggayver Corrêa Gonçalves foi preso após confessar ao Corpo de Bombeiros que ateou fogo nas duas de propósito

Viviane Oliveira


 A mulher de 28 anos que teve 40% do corpo queimado com tíner se recupera na Santa Casa. O principal suspeito de ater fogo na vítima é o marido, Maggayver Corrêa Gonçalves, 32 anos. A filha do casal de 1 ano e 3 meses também foi atingida e sofreu queimaduras de 2º graus no pés.

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, a mulher que teve os braços e as pernas queimados está consciente e orientada na enfermaria. Já a criança se recupera na ala verde da unidade de saúdeO homem foi preso após confessar ao Corpo de Bombeiros que ateou fogo nas duas de propósito. O caso aconteceu no fim da tarde de ontem (12), no Bairro São Conrado, em Campo Grande.

Maggayver foi preso em flagrante e levado para a Casa da Mulher Brasileira. A mulher relatou que estava em casa quando discutiu com o marido e foi para o quarto amamentar a filha. Foi neste momento que o homem entrou no cômodo com tíner e usando isqueiro ateou fogo. O quarto foi destruído.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado para socorrer mãe e filha. O pai da vítima contou que o casal está junto há sete anos e nunca ouviu relatos de agressão. Segundo o pai da mulher, a criança teve queimaduras nos pés e também foi levada para a Santa Casa. O casal tem outro filho, de 3 anos (Confira abaixo o momento que a vítima foi socorrida).

Na Santa Casa, a mulher encaminhada para a ala vermelha, para onde são encaminhados os pacientes considerados mais graves. A vítima está consciente e os médicos avaliam a gravidade dos ferimentos para solicitar cirurgia plástica.

Direto das Ruas - A informação chegou à reportagem por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação do Campo Grande NewsQuem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook. Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.


 
 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE