PUBLICIDADE

Eleição em Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno


PUBLICIDADE

07/10/2018 19h09

Eleição em Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno

Decisão saiu antes da apuração completa das urnas eletrônicas

Por JONES MÁRIO


 A eleição para a gestão 2019-2022 do governo de Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno. O atual mandatário, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), voltarão a disputar a preferência dos eleitores no dia 28 de novembro.

Com 95,45% das urnas eletrônicas do Estado já apuradas, Azambuja somava 44,64% dos votos válidos, correspondentes a 549.921 eleitores. Odilon de Oliveira acumulava 31,73%, equivalentes a 390.856 votos.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (MDB) tinha 11,81% dos votos, com 145.506 eleitores. Humberto Amaducci (PT) somava 9,90%, com 121.955; seguido por Marcelo Bluma (PV), com 1,29% da preferência e 15.877 votos). João Alfredo (PSOL), estava em último, com 
0,63% e 7.724 eleitores.





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE