PUBLICIDADE

Exportações de MS somam US$ 5,3 bilhões em 11 meses e batem recorde histórico


PUBLICIDADE
  • mell280

05/12/2018 19h10

Exportações de MS somam US$ 5,3 bilhões em 11 meses e batem recorde histórico

Humberto Marques


 De janeiro a novembro deste ano, as exportações de Mato Grosso do Sul totalizaram R$ 5,336 bilhões, o melhor resultado de toda a série histórica do Estado. O montante supera o resultado de 2013, quando as vendas de produtos do Estado no exterior chegaram a US$ 5,2 bilhões em todo o ano.

Os dados foram divulgados na Carta de Conjuntura do Setor Externo de novembro, elaborada pela Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e que indica, ainda, um superavit comercial –diferença entre exportações e importações, com resultado positivo– de US$ 2,786 bilhões em 11 meses, montante 28% superior ao registrado em igual período do ano passado.

 
PUBLICIDADE
 
 

Titular da Semagro, Jaime Verruck creditou os números ao melhor desempenho de produtos com considerável participação na balança comercial do Estado, caso da soja (aumento de 37%) e celulose (avanço de 66,06%), que juntas representam 67% das exportações –em 2017, equivaliam a menos de 50%. “O algodão disparou 40% neste ano, por isso também surge com destaque na pauta, resultado da safra com recorde produtividade neste ano”, destacou.

O secretário também apontou que as exportações estão sendo cada vez mais direcionadas para um comprador comum: a China representou 48,67% das vendas sul-mato-grossenses no exterior, frente a 35% atingidos no ano passado. “Isso demonstra a importância do mercado chinês para o Estado, assim como a Argentina, que é o nosso segundo maior destino de exportações”, disse.

Quanto às importações, houve aumento de aproximadamente 9,93% de janeiro a novembro de 2018, na comparação com 2017, registrado principalmente com relação ao petróleo e gás natural e serviços de apoio. Três Lagoas segue como o município sul-mato-grossense com melhor desempenho nas exportações, concentrando 50,94% das vendas internacionais –por conta da celulose que representa 94,65%.


 
 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE