PUBLICIDADE

Suspeito de esfaquear major em Bonito estava ‘chapado’


PUBLICIDADE
  • mell280

15/04/2019 18h58

Suspeito de esfaquear major em Bonito estava ‘chapado’

Polícia também suspeita que homem saiu recentemente do presídio e estava em Bonito, a procura de emprego

Dayene Paz


 O suspeito de esfaquear e matar o professor de matemática e major aposentado do Exército Brasileiro Paulo Settervall, 57 anos, havia feito uso de entorpecentes, momentos antes de cometer o crime, na noite deste domingo (14). Ele tem 31 anos e várias passagens pela polícia, conforme apurado pelo Jornal Midiamax.

Também, durante a noite, a polícia já tinha dois chamados de pessoas com a mesma descrição do suspeito, que havia ameaçado a companheira com uma faca. O chamado era de violência doméstica e a polícia já estava realizando rondas para localizar o rapaz. A polícia também suspeita que o homem saiu recentemente do presídio e estava na cidade de Bonito, a procura de emprego.

Imagens de câmeras de segurança de um comércio que fica em frente ao local do crime registraram a ação e ajudam com a investigação policial. Tudo indica, preliminarmente, que o suspeito teria pedido um cigarro para o major, que estava fumando no local. O pedido foi negado e então, o rapaz desferiu uma facada no tórax do homem. Após cometer o crime, o suspeito teria ido até em casa e queimado algumas roupas, o que também está sendo apurado pela polícia.

Crime

Paulo Settervall estava reunido com amigos da turma de formatura de Salvador (BA), que vieram conhecer o Pantanal sul-mato-grossense. Ele foi assassinado em frente a um hotel da cidade, quando desceu do quarto para fumar cigarro.

O corpo de Paulo será velado a partir das 17h30 desta segunda-feira, no Cemitério Jardim das Palmeiras, ao lado da UCDB, em Campo Grande. Paulo foi um dos militares de carreira que ajudaram a implantação do Colégio Militar da Capital, onde trabalhou até se aposentar. Saindo de lá, não se afastou das salas de aula e estava lecionando no Bionatus, uma escola particular de Campo Grande. Por nota no Facebook, a escola, que está em recesso, prestou pesar aos familiares pela morte trágica do professor.

 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE