PUBLICIDADE

Prioridade: Cabo eleitoral ou ‘webmaster’


PUBLICIDADE
  • mell280

16/05/2019 14h55

Prioridade: Cabo eleitoral ou ‘webmaster’

Manoel Afonso


 PREPARATIVOS Os candidatos estão antenados com a importância do papel da internet no pleito de 2020? A lição de 2018 mostrou a força das redes sociais (facebook, watsApp, instagram, twitter e fake news). É preciso pensar e colocar logo em pratica o projeto eleitoral através da exposição de ideias, propostas e com discursos em vídeos. Foi assim que muitos candidatos surpreenderam com grandes votações.

HISTÓRICO Em 2008 o candidato a presidência dos Estados Unidos Barack Obama inovou ao usar a internet para seduzir o eleitorado, levando os jovens às ruas. Foi o pioneiro no uso do twitter, postou vídeo no facebook e foto com filtro ‘Snapchat’. Seu sucessor na Casa Branca, candidato Donald Trump ( 2016) também explorou a mídia social mantendo perfil ativo polêmico - responsável pela vitória tida antes como impossível pela mídia especializada.

RETROVISOR O candidato ao Palácio do Planalto Jair Bolsonaro (PSL) começou 2 anos antes divulgando sua candidatura. O candidato a deputado federal Loester Carlos Gomes de Souza (PSL) obteve 56.335 votos também com uso das redes sociais, a exemplo do candidato à Assembleia Legislativa Renan (capitão) Contar (PSL) com 78.390 votos. Outra usuária do sistema foi a candidata ao Senado Soraya Thonick ( PSL). Convencido da eficiência do sistema, o deputado estadual José Carlos Barbosa (DEM) priorizou a contratação de um ‘webmaster’ para fidelizar os eleitores e conquistar outros.

 

PONDERAÇÕES Claro que nem sempre milagres acontecem na busca ao eleitor ‘invisível’, exigente e até cético. Textos, observações, comentários e vídeos sobre pauta diversificada do dia a dia (política & economia) são fundamentais para agregar simpatizantes ao longo desta relação digital. O candidato tem que se identificar com o perfil do público alvo a ser atingido. Ele precisa também de criar uma marca como um produto comercial qualquer.

A ESTRATÉGIA de panfletar carros com mensagens tipo assim ‘Amigos do Ditão’ tentando popularizar o nome do pré-candidato nem sempre funciona. Inaugurar um escritório político é faca de 2 gumes. A estratégia digital unindo a divulgação de ideias e imagens tende a ser mais eficiente.Mas tudo dependerá do planejamento profissional. No lugar do cabo eleitoral, priorize o profissional digital (social mídia).

ENFIM... as dicas servem evidentemente também para quem pretender disputar o cargo de prefeito. Mas em qualquer eleição, seja onde for, a capacidade tecnica dos profissionais responsáveis precisa ser ajudada pelo candidato. Ele tem que fazer sua parte. Aí entra também o dedo do marqueteiro político (outra figura imprescindível) para dosar a atuação do candidato. Seguro sim, mas sem excessos!

REALIDADE No rol da Assembleia Legislativa conversei com vereadores do interior sobre a invasão dos celulares e a influência da internet nas campanhas eleitorais. Um vereador de Ivinhema estima que só 10% da população não tenha aparelho celular. Ainda revelou que os eleitores enviam suas reclamações com ilustrações de fotos, o que facilita a relação e também agiliza a solução dos problemas. Sobre a participação do tradicional cabo eleitoral nas campanhas, admitiu que ainda seria indispensável, mas sem aquela importância de antes.

FRANCAMENTE... O presidente Jair Bolsonaro (PSL) insiste em inverter prioridades e comete incoerências. Essa manifestação a favor da Corrida de Fórmula 1 no Rio de janeiro é de uma bobagem sem tamanho. Vai se indispor com São Paulo e baterá de frente com o governador do Estado e o prefeito paulistano. Ademais - há aspectos jurídicos envolvendo contratos entre a prefeitura, empresas patrocinadoras e a própria direção do evento. Deveria sim priorizar a reforma da previdência e ponto final!

CENÁRIO eleitoral após as eleições municipais de 2016 no MS. O PSDB elegeu 36 prefeitos, PMDB - 17, PR - 8, PSB - 5, DEM - 3, PEN - 3, PDT - 2, PMN, PSL, PSC, PTB - 1. Vereadores: PSDB - 165, PMDB – 117, PR - 73, PSB - 62, DEM - 55, PT – 40, PTB - 42, PEN - 28, PSD - 27, PPS - 20, PROS - 19, PP - 18, SD - 18, PRB - 16, PV - 1, PRP - 10, PSC - 10, PSL - 6, PTC - 5, PHS - 5, PMN - 4, PRTB - 2, PTN - 2, REDE - 1, PSDC - 1 – PPL - 1.

 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE