PUBLICIDADE

Três-lagoense ajuda o Brasil a levar o bronze no Open Mundial de bocha paralímpica


PUBLICIDADE

06/11/2019 15h26

Três-lagoense ajuda o Brasil a levar o bronze no Open Mundial de bocha paralímpica

Três-lagoense ajuda o Brasil a levar o bronze no Open Mundial de bocha paralímpica

Assessoria


Lucas Castro - Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

 

O paratleta de Três Lagoas, André Luís Barroso Filho, ajudou a seleção brasileira na conquista da medalha de bronze no Open Mundial de Bocha paralímpica, em Póvoa do Varzim, cidade localizada na Região Norte de Portugal, no último domingo (3.11). O três-lagoense é aluno da escola da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do município do interior e representa a Associação Campo-Grandense Paradesportiva Driblando as Diferenças (ADD-MS), de Campo Grande, em eventos esportivos.

Barroso foi convocado pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (Ande) no dia 9 de outubro e, antes de embarcar com a delegação rumo ao continente europeu, passou por fase de treinamento no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo-SP.

Ao todo, 115 atletas de 24 países participaram da competição. A equipe verde e amarela, nas classes BC1/BC2 (atletas com paralisia cerebral), disputou o bronze e foi superior à Rússia pelo placar de 9 a 3, garantindo lugar no pódio.

O técnico de André Barroso, Roney Ferreira de Araújo, afirma que esta é a primeira competição do paratleta sul-mato-grossense pela categoria adulto. Nas disputas individuais, Barroso encarou de igual para igual adversários renomados internacionalmente, inclusive o líder do ranking mundial. “Foi uma experiência muito boa, porque deu para sentir o nível da competição. Ele não se classificou às finais no individual, mas atuou bem. Pegamos os melhores da bocha paralímpica, atletas olímpicos, que vão ao Mundial”.

“Para nós, é um resultado satisfatório, principalmente para demonstrar que o trabalho feito em Três Lagoas com o André está no caminho certo. Num futuro bem próximo, acredito que ele se sairá melhor nas competições internacionais. Mostramos que conseguimos jogar em alto nível”, frisa Araújo.

O Open Mundial foi a última competição da modalidade para o selecionado brasileiro neste ano. Em Portugal, além de André Barroso, o Brasil foi representado por mais sete atletas: Andreza Vitória, Evani Calado, Evelyn de Oliveira, José Carlos Chagas, Lucas Araujo, Maciel Santos e Mateus Carvalho.

O paradesportista de Mato Grosso do Sul agora se prepara para competir no Campeonato Brasileiro de Bocha Paralímpica, que ocorre de 13 a 17 de novembro, em São Paulo-SP.

 

 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE