PUBLICIDADE

Eleitores em Maracaju procuram cartório eleitoral para recadastramento


PUBLICIDADE
  • mell280

19/11/2019 18h33

Eleitores em Maracaju procuram cartório eleitoral para recadastramento

Assessoria


 

O Cartório Eleitoral de Maracaju tem atendido dezenas de eleitores por dia, há alguns meses, para a revisão biométrica obrigatória, conforme orientação do TSE.

Trata-se de uma atualização obrigatória a todas as zonas eleitorais do país e a todos os munícipes.

Algumas zonas eleitorais já possuem prazo final fixado. Porém, a 16ª Zona Eleitoral de Maracaju ainda não possui data final, deixando somente de atender no recesso de final de ano e durante o período de preparação às eleições.

Em razão da obrigatoriedade, que tem provocado elevado número de atendimentos diários, e lembrando que o número expressivo de eleitores em Maracaju sempre provocará filas nos atendimentos, salientamos que o ideal é o agendamento pela internet, no site do TRE-MS (www.tre-ms.jus .br), optando pela localidade de Maracaju e escolhendo o melhor dia e horário para ser atendido. Caso contrário, será necessário comparecer entre 12 e 13h de segunda a sexta, para retirar senha e ser atendido no mesmo dia, entre 12 e 18h.

Entretanto, o eleitor precisa providenciar os seguintes documentos para o dia do atendimento: cópia e original do RG, cópia e original do CPF, cópia e original do alistamento militar ou reservista (para homens entre 17 e 45 anos) e cópia e original de uma conta de água ou luz da residência onde mora (atual aos eleitores de Maracaju e de 3 meses anteriores aos eleitores de outra localidade que querem transferir-se para Maracaju). A ausência dos documentos acima citados impossibilita a revisão biométrica.

Outro dado interessante a ressaltar aos eleitores é que a menção no título eleitoral das palavras “identificação biométrica” no canto superior direito, significam que o eleitor já está devidamente cadastrado, não precisando comparecer para nova revisão.

O novo título, agora, também possui novo formato, impresso em folha A4, similar a um protocolo. No entanto, após processado pelo TSE, o eleitor poderá baixar o aplicativo E-título em seu celular ou smartfone e apresentá-lo como documento oficial, aceito em todo o território nacional.





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE