PUBLICIDADE

Delegacia registra seis furtos de rodas de carro em três meses


PUBLICIDADE

23/08/2011 13h20

Delegacia registra seis furtos de rodas de carro em três meses

TV Morena


 Imagens: TV Morena

No local ficaram as pedras usadas pelos criminosos para apoiar a lataria

 A polícia ainda não tem pistas dos ladrões de rodas e pneus em Três Lagoas, a 330 quilômetros de Campo Grande. Pelo menos seis casos já foram registrados nos últimos três meses na delegacia da cidade.

 

 

A dona do carro, que prefere não se identificar, viu o veículo que estava no estacionamento de um hospital já sem as duas rodas do lado do motorista. No local ficaram as pedras usadas pelos criminosos para apoiar a lataria. "Na hora que eu vi, ainda imaginava que os ladrões estavam no local, mas observei que largaram para trás chave de roda e macaco. É desesperador", afirma.

 

 

A Polícia Civil afirma que está investigando os casos junto a borracharias e estabelecimentos que vendem rodas e pneus usados. Segundo o delegado Vítor Lopes, a maioria dos furtos acontece pela manhã e sempre no mesmo bairro. "Primeiro passo é não tocar no veículo. Acione a polícia que enviaremos um perito ao local para colher as digitais. Alertamos que se a pessoa estiver adquirindo rodas a preço menor do que o real pode responder por crime de receptação", afirma o delegado.

 

 

O borracheiro Sílvio Lucena, que trabalha há 10 anos no ramo, diz que é comum pessoas tentarem vender pneus e rodas furtados. Mas ele tenta se prevenir. "Várias vezes passaram oferecendo rodas, mas a gente está atento. Um produto muito barato pode ser algo errado", comenta.

 

 

A pena para furto pode variar de um a quatro anos de reclusão.





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE