PUBLICIDADE

Pandemia: Bonito para quem é de MS fica para depois


PUBLICIDADE
  • mell280

24/03/2020 07h41

Pandemia: Bonito para quem é de MS fica para depois

Por Paulo Nonato de Souza


 Se você é natural de Mato Grosso do Sul ou residente no estado e tem planos de visitar Bonito por conta da promoção MS+Bonito, lançada em dezembro de 2019 como novidade do turismo regional para sul-mato-grossenses, vai ter que esperar até que a situação da pandemia do coronavírus seja controlada e seus impactos sejam reduzidos.

 
Com o “toque de recolher” em vigor desde a última sexta-feira, 20, suspendendo o funcionamento de todas as atividades ligadas ao turismo na região de Bonito, a promoção foi suspensa. Os pacotes para visitantes sul-mato-grossenses oferecem descontos de até 60% em passeios, restaurantes e hotéis.
 
 
“Ate domingo tivemos algumas atividades porque não havia como dispensar os clientes que já estavam em Bonito, mas paramos por enquanto, porque o MS+Bonito depende dos passeios e atrativos para funcionar, e no momento a maioria está fechada para evitar o coronavírus”, disse Kassilene Carneiro Cardadeiro, diretora da empresa H2O Ecoturismo, idealizadora da campanha. “Estamos fazendo atendimento home office e quem já havia comprado o pacote pode fazer o reagendamento”, ressaltou ela.
 
A ideia da promoção para sul-mato-grossense é acabar com a fama de que tudo em Bonito é muito caro para quem é do estado. Por conta disso, os sul-mato-grossenses ocupam o 5º lugar no ranking dos visitantes de Bonito, segundo dados do Bonito Convention & Visitors Bureau, entidade que promove os eventos e atrativos turísticos locais. Entre os brasileiros de outros estados, a liderança é dos paulistas com 33,87%, seguidos pelos cariocas com 12,36%.
 
O MS+Bonito é uma espécie de clube exclusivo de benefícios para os nascidos ou residentes em Mato Grosso do Sul. Para ter direito a receber as vantagens, basta cumprir com uma exigência básica: apresentar o RG ou comprovante de residência.
 
São mais de 10 passeios parceiros da ideia, incluindo hotéis e restaurantes de Bonito, mas só vale na baixa temporada local, que ocorre nos meses de março, maio, junho, agosto, novembro e dezembro, ou seja, fora férias escolares, Carnaval e feriadões.
 
As vagas são limitadas nos passeios, restaurantes e hotéis, alguns disponibilizam 10%  da sua capacidade com desconto de ate 60%. “Muitos clientes já remarcaram e no segundo semestre esperamos mais adesão ao MS+Bonito”, frisou Kassilene.
 
 
 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE