PUBLICIDADE

Camionete roubada no Rio de Janeiro que seguia para o Paraguai foi recuperada pelo DOF durante a Operação Hórus


PUBLICIDADE
  • mell280

23/05/2020 12h23

Camionete roubada no Rio de Janeiro que seguia para o Paraguai foi recuperada pelo DOF durante a Operação Hórus

SeComSoc



Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) recuperaram, na noite de ontem, uma camionete Ford Ranger branca com registro de Roubo no Rio de Janeiro, no dia 18 de agosto de 2019. A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante um patrulhamento ostensivo na Rodovia MS-462, região de Maracaju.

Os militares deram ordem de parada ao condutor da Ford Ranger que seguia em alta velocidade. O homem de 37 anos de idade desobedeceu e, durante o acompanhamento tático, os policiais foram recebidos com três disparos de arma de fogo. A injusta agressão foi revidada, momento em que o condutor da Ranger perdeu o controle do veículo e caiu em uma ribanceira às margens da eodovia.

Os policiais se aproximaram do veículo e foram novamente recebidos com mais dois disparos de arma de fogo, sendo a injusta agressão revidada novamente. O homem ferido foi imobilizado e socorrido, imediatamente, até o Hospital Municipal de Maracaju. Um revólver de calibre 38 foi apreendido, juntamente com cinco munições deflagradas e uma, intacta.

Durante o deslocamento, o condutor da Ranger disse que a camionete era roubada; que seria entregue no Paraguai; e que contava com a ajuda de uma Fiat Strada branca, que foi localizada pelos militares e apreendida. O homem foi atendido no hospital, porém, não resistiu ao ferimento. O condutor da Fiat Strada, de 34 anos de idade, confirmou a versão dada pelo condutor da Ranger.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia da Polícia Civil de Maracaju (MS), onde o condutor da Fiat Strada permaneceu à disposição da Justiça.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Autores
LEANDRO SCHENATTO (37) falecido
L. T. (34)

DOF/Sejusp

 




PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE