PUBLICIDADE

Maracaju é considerado o maior produtor de soja em MS em mais uma safra


PUBLICIDADE

20/04/2017 13h38 - Atualizado em 20/04/2017 15h24

Maracaju é considerado o maior produtor de soja em MS em mais uma safra

Hosana de Lourdes com informações Aprosoja-MS


Em 2016/07, a produção do Mato Grosso do Sul de grãos somou 8,497 milhões de toneladas em uma área de 2,52 milhões de hectares. Maracaju responde por grande parte deste montante, isso porque é o primeiro dos cinco municípios com maior valor de produção de soja no Estado. Mas um ano de safra 2016/2017  o  município se destacou com a produção de produção de 903.118 toneladas e produtividade de 58 sc/ha, segundo dados da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul).

 

Maracaju, maior produtor de soja e milho do Estado, que também possui o maior valor de produção em ambas as culturas, o que lhe garante em mais uma safra resultados recordes na produção. No Estado as informações divulgadas nesta quinta-feira, dia 20, de que foram colhidos 8,497 milhões de toneladas de grãos, superando, a safra de 2015/2016. O registro é de que foram produzidos 56,2 sacas de soja por hectare de produtividade já em no ano anterior foi de 51,5 sc/ha sendo 9,1% a mais em grãos. 

Os demais municípios sul-mato-grossenses que figuram no ranking do valor de produção de soja são: Ponta Porã 669.401 toneladas e produtividade de 54,8 sc/ha (2º); Sidrolândia 614.181 toneladas e produtividade de 52,9 sc/ha (3º); Dourados 588.553 toneladas e produtividade de 56,5 sc/ha (4º); e Aral Moreira 406.468 toneladas e produtividade de 60,5 sc/ha (5º).

 

Para o presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto, os resultados são excelentes tanto para o produtor rural, quanto para o Estado, que se beneficia economicamente com uma maior arrecadação. "No entanto, a situação é muito preocupante. Os números são positivos, mas a safra é muito ruim, péssima, em termos de rentabilidade. Alcançamos a produção de um grande volume de grãos, mas essa produção custou muito, saiu muito cara ao produtor", afirma Bortolotto. "O agricultor está saindo de bolso vazio desta safra, e isso só vai mudar se os preços pagos pela soja melhorarem", finaliza o presidente. 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • museu da cachaça319
  • Imobiliaria12
PUBLICIDADE