PUBLICIDADE

Loucão comemora 40 anos neste 15 de junho, Grêmio de Porto Alegre foi o convidado para inauguração


PUBLICIDADE

05/06/2020 08h25 - Atualizado em 05/06/2020 11h03

Loucão comemora 40 anos neste 15 de junho, Grêmio de Porto Alegre foi o convidado para inauguração

Nesta segunda-feira, 15 de junho, o Estádio Municipal Luiz Gonzaga Prata Braga – Loucão completa 40 anos.

Hosana de Lourdes


Equipe do Grêmio de Porto Alegre, em Maracaju há 40 anos atrás.

Com capacidade para 5 mil torcedores, Loucão comemora 40 anos dia 15
 
Sempre que um estádio é inaugurado, começa aquele dilema: quem será o autor do primeiro gol? E com o Loucão, em Maracaju, não foi diferente. O Estádio Municipal Luiz Gonzaga Prata Braga foi idealizado em 1979. Em 15 de junho de 1980, foi inaugurado em Maracaju, na época o município com 10 mil habitantes e teve a oportunidade de ver a partida com duas grandes equipes, o Grêmio de Porto Alegre(RS) que ocupava a sexta colocação Campeonato Brasileiro Série A daquele ano contra a equipe do Esporte Clube Comercial de Campo Grande, recém-promovida a Capital de Estado.

 

Foi um dia histórico no município que, na época, tinha como prefeito o controverso Luiz Gonzaga Prata Braga, cujo slogan de sua administração nesse que era seu primeiro mandato (1977/1982) foi “É tempo de loucura”. Quando se elegeu, novamente, para o mandato 1989/1992, o slogan foi “A Loucura continua”.
Como era praxe naquela época a legislação permitia, a nova praça esportiva ganhou o nome de seu idealizador: Estádio Municipal Luiz Gonzaga Prata Braga. Mas, foi como o Estádio Universitário Pedro Pedrossian que logo após a inauguração passou a ser denominado “Morenão”: em referência ao slogan de sua administração, o estádio imediatamente foi apelidado carinhosamente pelos desportistas de “Loucão” e assim permanece até os dias atuais.

 

A partida de estreia do novo campo do novo Estado da Federação contou com público recorde e a presença das autoridades do Estado. Na partida, alegria para a torcida sul-mato-grossense e do Inter de Porto Alegre, já que a equipe do E.C. Comercial, o Colorado de Campo Grande, venceu o embate por 1 a 0. 

 

 

Um dos fatos marcantes da inauguração do Estádio Loucão é a presença de um jovem e promissor jogador de futebol que fazia sua estreia no time profissional do Grêmio exatamente naquela partida: Renato Portalupi que, já famoso, se tornaria o hoje idolatrado treinador do Grêmio Renato Gaúcho.
Junto com Renato brilharam nos gramados do Loucão craques que inscreveram seus nomes na história do futebol brasileiro, dentre eles Paulo Isidoro, Baltazar e China, além do treinador Valdir Espinoza.

 

 

Morador de Maracaju e testemunha da vitória comercialina sobre o Grêmio, Álvaro Meinerz, o popular Alemão da Roça, conta que O Grêmio de Futebol Portalegrense jogou com a seguinte formação:  Remi, Mauro, Newmar, Vantuir, Dirceu, Victor Hugo, China, Jorge Leandro, Renato Portalupe, Baltazar e Jésum, tendocomo técnico o Valdir Espinoza. A escalação gremista foi dada por Alemão da Roça em comentário postado na página do Tudo do MS no Facebook.

 

O jornalista Valdovir Jota Menon deixou o seguinte comentário: “Muitos confundem a estreia de Renato Gaúcho e o seu primeiro gol como profissional. Em Maracaju, sua estreia, não tem como ele ter feito o primeiro gol, porque o Glorioso Colorado da Vila Olímpica venceu por 1 a 0!” disse ele é torcedor fanático do Colorado da Capital Morena.

 

Já se passaram 40 anos desde aquele 15 de junho e a lembrança da presença do Grêmio Portalegrense na cidade de Maracaju permanece mais vida do que nunca, principalmente na memória dos gremistas que puderam ver sua equipe do coração de perto; dos comercialinos que se orgulham de ter vencido o poderoso representante do Sul e mesmo dos torcedores do Internacional, tradicional rival gremista, que se deleitaram com a vitória do Vermelhinho Campo-grandense.
 





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE