PUBLICIDADE

SOBERANIA DIVINA


PUBLICIDADE

29/06/2020 11h23 - Atualizado em 29/06/2020 12h40

SOBERANIA DIVINA



*Deuteronômio 10:17

 

Pois o Senhor, o seu Deus, é o Deus dos deuses e o Soberano dos soberanos, o grande Deus, poderoso e temível, que não age com parcialidade nem aceita
suborno.

 

O Entendimento que temos acerca da Soberania de Deus determinará o nível do nosso relacionamento com Ele. Digo que esse assunto, é um dos assuntos mais mal compreendidos da bíblia, pois queremos definir as ações ou o silêncio de Deus segundo o ponto de vista que temos dos seus atributos. Sabemos que Deus é Onisciente (Sabe de Todas as coisas); e por Deus saber de tudo, achamos que ele vai intervir contra as situações que se levantam contra nós. Somos responsáveis por plantar certas situações em nossas
 
próprias vidas, que simplesmente não queremos colher, e por não querer colher, contamos com a intervenção de Deus, e querer colher diferentemente do que foi plantado é ignorância. Sabemos que Deus é Onipotente (Tem todo Poder); E por saber que Deus é poderoso queremos que Ele exerça esse poder, mesmo que isso passe por cima de princípios. Sabemos que Deus é Justiça, Ele é conhecido pelos Israelitas como “Tsekenu-Yaveh”, Deus é minha Justiça; Pensamos que o fato de Deus ter tal atributo ele irá nos vingar; prejudicando, amaldiçoando, destruindo tudo e todos aqueles que um dia pisaram no nosso calo, fazemos até aquela oração: “Pega ele Jeová”!
Deus é Onisciente. Ele conhece seu coração. Mas Ele não vai impedir que você colha diferentemente do que você plantou. Deus é Onipotente. Mas Ele não vai usar

seu poder para passar por cima de princípios e leis. A Bíblia diz que “Os céus são os céus do Senhor, mas a terra Ele deu aos filhos dos homens”(Salmos 115:16). Uma vez que Deus concedeu autoridade ao homem, Ele não irá destituí-lo deste poder simplesmente porque o homem não sabe ser bom, honesto e correto. Cabe ao homem entender que de Deus procede toda a bondade, e quanto mais este estiver entendimento e proximidade de Deus e da sua vontade, mais esse homem exalará atitudes de bondade. Deus é justiça, mas Ele não vai prejudicar pessoas que nos prejudicaram. Ele quer nos ensinar que sua Justiça não “é dar ao outro o ele merece, como a justiça dos homens, mas sim providenciar “o estado daquele que é como deve ser, condição aceitável a Deus”. Deus vê o homem na condição e posição que ele criou o homem para ser, e não o que se tornou devido às más decisões.

Então querido leitores. Deus quer que sejamos pessoas entendidas do caráter e da soberania Dele. Para fazermos o bem em todo tempo, e cabe a nós fazermos isso e não à Deus. Deus não é o gênio da lâmpada, que vai atender nossos desejos inescrupolosos. Ele é soberano, Rei, Governador respeitoso que não anula os processos e não ultrapassa princípios que Ele mesmo estabeleceu.
Tenham uma semana abençoada!

JEAN MÜLLER
Pastor Da Igreja Verbo da Vida Em Maracaju





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE