PUBLICIDADE

Vereador Robert Ziemann comemora a implantação de escola cívico militar em Maracaju.


PUBLICIDADE

12/01/2022 18h04 - Atualizado em 12/01/2022 19h09

Vereador Robert Ziemann comemora a implantação de escola cívico militar em Maracaju.

Eliane Dias - Assessoria


 O Vereador Robert Ziemann, destacou o anúncio recebido da Secretaria de Estado de Educação manifestando favorável à implantação do Programa de Escola cívico-militares em Maracaju.   


A Coordenadora do Programa de Escolas Cívico Militares de Mato Grosso do Sul, Eliana Verneque ressalta a importância e a rapidez do Programa que já irá proporcionar a capacitação dos militares e todos os envolvidos na escola em fevereiro/2022 e em março com o término da reforma  da escola a retomada do ensino no prédio novo já será pelo  PEECIM/MS, a implantação já está em andamento pelo Núcleo das escolas Cívico-Militares/Necim/SED.

Em 2019, Robert encaminhou um pedido ao Governo do Estado pleiteando que a Escola Estadual Coronel Lima de Figueiredo se tornasse um colégio cívico-militar a Coordena Eliana Verneque.



Em 2021 o vereador  apresentou requerimento direcionado a Secretária Estadual de Educação Maria Cecília Amendola da Motta e também ao Secretário Adjunto de Educação Édio Antônio Resende de Castro reiterando o pedido, que foi atendido com todos os votos  favoráveis todos da consulta pública ao PEECIM/MS Programa Estadual das Escolas Cívico-Militares do Estado de MS para Implantação na Escola Coronel Lima de Figueiredo de Maracaju, além de estar juntamente com o deputado Herculano Borges na Secretaria de Estadual de Educação para mostrar a importância da implantação.Vereador Robert Ziemann presidente da câmara de Maracaju

Em Mato Grosso do Sul, o PEECIM/MS Programa de Escolas Cívico Militares  do Governo do Estado já tem implantadas 2 escolas em Campo Grande, capital do estado. Para  2022 serão mais duas escolas, uma em Maracaju e outra em Anastácio. Em Maracaju será em parceria com o Corpo de Bombeiros.

O modelo implantado tem o objetivo de melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas e se baseia no alto nível dos colégios militares do Exército, das Polícias e dos Corpos de Bombeiros Militares. Não intervém no Plano Pedagógico, mas melhora a educação básica.

No Programa das Escolas Cívico-Militares os militares atuam no apoio à gestão escolar e à gestão educacional, enquanto professores e demais profissionais da educação continuam responsáveis pelo trabalho didático-pedagógico.


 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE