PUBLICIDADE

Ambiente de negócios e desenvolvimento de MS são destacados no Dia da Indústria


PUBLICIDADE

26/05/2023 10h40 - Atualizado em 26/05/2023 12h12

Ambiente de negócios e desenvolvimento de MS são destacados no Dia da Indústria

Nyelder Rodrigues, Comunicação Governo de MS


 Reconhecer trabalhos que referenciam setores importantes da economia local foi a tônica da noite de quinta-feira (25) na Casa da Indústria, em Campo Grande, na comemoração do Dia da Indústria. Realizado pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), o evento contou com a presença do governador Eduardo Riedel.

Personalidades diversas foram homenageadas por contribuírem para que o desenvolvimento aconteça no Estado - que é o objetivo do trabalho do Governo em cima dos quatro pilares da atual gestão de Riedel: Mato Grosso do Sul inclusivo, próspero, verde e digital.

"É muito importante que atos como esse ocorram. Quando vi os nomes dos homenageados, todos eles representam segmentos que tem crescido muito em Mato Grosso do Sul. Me alegro em ver esse capital privado chegando, contribuindo para a geração de emprego, de renda e para esse ciclo de crescimento pelo qual o Estado passa", destaca o governador.

Eduardo Riedel ainda completa dizendo ter ficado feliz de ir até o prédio onde a Fiems é sediada e testemunhar o trabalho feito. "É um trabalho para ajudar na criação de um ambiente pelo qual também trabalhamos, um ambiente de negócios. É assim que se constrói um Mato Grosso do Sul cada vez melhor para as pessoas".  Presidente da Fiems, Sérgio Longen

Segundo o presidente da Fiems, Sergio Longen, a premiação é um reconhecimento ao trabalho realizado em prol da população. "Nossa diretoria selecionou esses empresários homenageados de uma forma inteligente, reconhecendo o trabalho realizado em favor do desenvolvimento do Estado".

O Gran Colar da Ordem do Mérito Industrial - que é a maior honraria concedida pela Fiems - homenageou o presidente da Suzano, Walter Schalka. A empresa é a responsável por investimento que bate os R$ 19 bilhões e está transformando Ribas do Rio Pardo, fortalecendo a produção local e o setor de agroflorestal.

"Quero dizer que é uma grande honra para o Walter Schalka e para a Suzano receber esta honraria. Nos sentimos especiais por ter essa parceria de longa data com Mato Grosso do Sul", comenta o diretor da Suzano, Luís Renato Bueno, que recebeu a honraria em homenagem ao CEO da empresa que puxa investimentos no Estado.

"Nosso desejo é continuar investindo na indústria sul-mato-grossense, gerando empregos, impostos e sobretudo desenvolvimento para esse Estado, como fizemos em Três Lagoas e estamos fazendo em Ribas do Rio Pardo", completa o gestor.

Já a comenda da Ordem do Mérito Industrial foi entregue para o presidente da J&F Investimentos (empresa que recentemente anunciou ampliação de sua atuação na área de mineração em Corumbá), Aguinaldo Gomes Ramos Filho.

"Nós do Grupo J&F estamos neste Estado há bastante tempo. Mato Grosso do Sul é um Estado que a gente gosta, admira, tem uma paixão e acredita de uma forma muito grande. Estamos presentes com várias das nossas empresas e estamos muito satisfeitos e continuamos acreditando nesse Estado”, disse Aguinaldo.

 

obras da Suzano em fevereiro, quando Riedel visitou Ribas do Rio Pardo para ver andamento do empreendimentoTambém receberam tal homenagem o vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Adecoagro, Leonardo Raul Berridi, e o diretor-presidente da Cerradinho Bioenergia, Paulo Oliveira Motta Júnior. Ambos comandam empresas com destacada atuação local.

"Sou eu que agradeço a Mato Grosso do Sul, que nos recebeu muito bem. Faz quase 20 anos que temos uma operação aqui. Me sinto em dívida com o Estado. Encontramos boa receptividade tanto das autoridades estaduais como municipais. Além disso, o empreendedorismo do povo sul-mato-grossense é muito encorajador", crava Leonardo.

Já Paulo Oliveira frisa que a Cerradinho tem investido no Estado por meio da Neomille. "Estamos construindo uma planta de etanol de milho em Maracaju, investimento da ordem de R$ 1 bilhão. Ao ser homenageado, o que sinto é o reconhecimento pelo que temos feito pelo Estado e a boa receptividade do Estado a tudo o que temos feito".

Por fim, a medalha da Ordem do Mérito Industrial foi oferecida ao presidente do Grupo Pluma, Lauri Paludo, ao diretor-presidente da Ambiental MS Pantanal – Grupo Aegea, Paulo Antunes, e ao diretor-executivo da Mix Nutri, Danilson Charro.Planta da Neomille, em fevereiro

"Fico muito grato por ter chegado há 16 anos a Mato Grosso do Sul para investir, e continuamos investindo, dando emprego e retribuindo à população todo o carinho que recebemos", afirma Lauri Lauri. "Esse reconhecimento representa uma honra, um orgulho e um privilégio para quem é daqui de Mato Grosso do Sul, que nasceu e cresceu nessa terra, poder participar do desenvolvimento do Estado", disse Antunes. "É a realização de um sonho. Com toda estrutura que o Estado proporciona para nós, e por sermos daqui, é um orgulho muito grande", declara Danilson. 





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE