PUBLICIDADE

Emprego na indústria cresce 0,1% em maio e mantém trajetória de estabilidade


PUBLICIDADE

08/07/2011 13h00

Emprego na indústria cresce 0,1% em maio e mantém trajetória de estabilidade

Agência Brasil/PX


 A indústria brasileira gerou, em maio deste ano, 0,1% mais empregos do que em abril, mantendo o quadro de estabilidade verificado nos dois meses anteriores. Em março, não houve variação e em abril, a taxa foi –0,01% (com ajuste sazonal). De abril para maio, o número de horas pagas também aumentou 0,1%, enquanto a folha de pagamento real cresceu 0,4%.

Os dados foram divulgados hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal de Empregos e Salários (Pimes). Em relação a maio do ano passado, o emprego industrial teve expansão de 1,3%, o 16° resultado positivo consecutivo nesse tipo de comparação. Também foi observado um aumento de 0,9% no número de horas pagas e de 5,0% na folha de pagamento real.

Nesse tipo de comparação, o emprego cresceu em 12 dos 14 locais pesquisados. Assim como em abril, os principais destaques foram os estados do Paraná (6,1%) e de Minas Gerais (3,0%), além da Região Nordeste (2,3%).

Onze das 18 atividades pesquisadas pelo IBGE apresentaram aumento no número de pessoas ocupadas, com destaque para os ramos de alimentos e bebidas (3,4%), meios de transporte (7,6%), máquinas e equipamentos (4,7%), máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (6,4%), outros produtos da indústria de transformação (5,7%) e metalurgia básica (7,5%).

No índice acumulado do ano, houve expansão de 2,2% no emprego, com aumento de 1,9% nas horas pagas e 5,9% na folha de pagamento real. Já no acumulado dos últimos 12 meses, houve crescimento de 3,5% no total de pessoal ocupado, de 3,6% nas horas pagas e de 7,6% na folha de pagamento real.





PUBLICIDADE
  • WhatsApp TUDODOMS459
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE