PUBLICIDADE

Por questão de logística, o reforço no transporte coletivo será a partir de terça-feira


PUBLICIDADE

29/03/2020 13h31

Por questão de logística, o reforço no transporte coletivo será a partir de terça-feira

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS


 Em tempos de novo coronavírus (Covid-19), que há quinze dias muda a rotina de Campo Grande, a segunda-feira (dia 30) terá mudanças. A partir de amanhã, o toque de recolher volta a ser das 22h às 5h. Até hoje, a restrição para ficar na rua começa às 20h.

 
 
Também na segunda-feira, serão reabertas as lojas de materiais de construção e ficou autorizado retorno de obras com até 20 operários. “ As lojas de material de construção abrem  a partir de amanhã com regramento de supermercado, sem aglomeração. No salão, só pode ter uma pessoa a cada dez metros quadrados. Ou seja, no salão de cem metros quadrados, só pode ter dez pessoas lá dentro”, afirma o titular da Semadur (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana), Luís Eduardo Costa.
 
Ainda conforme o secretário, as filas, dentro ou fora das lojas, deverão ter espaçamento de um metro e meio entre as pessoas.
 
O comércio de rua e shoppings permanecerão de portas fechadas amanhã. Segundo Roberto Oshiro, representante da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), durante a semana será discutido um plano estratégico com a Semadur para reabertura de outros setores e retomada da atividade econômica. “A atividade econômica permitida é muito pequena, não chega a 20% da quantidade de trabalhadores”, afirma.
 
Para a retomada do comércio, Oshiro pondera que também é preciso que as pessoas se sintam seguras.
 
“Tenho dito aos empresários: compensa simplesmente um decreto falar que você pode abrir se não tiver cliente para ir ao estabelecimento consumir ? É preciso acabar com o pânico das pessoas, essa ideia que todo mundo vai morrer, que não tem perspectiva de futuro”.
 
Segundo o representante da associação comercial, é importante manter a curva de contagio baixa, mas com retomada da atividade econômica.
 
 
Ônibus – Prevista para segunda-feira (dia 30), o reforço na linha de ônibus para atender funcionários de farmácias, lojas de construção civil e  operários de obras ficou para terça-feira (dia 31). Até lá, será traçada a logística das linhas de ônibus pela cidade.
 
“Terá mais ônibus para atender os trabalhadores”,afirmou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) neste domingo (dia 29). O prefeito explica que obras de construção civil foram autorizadas a partir de segunda, mas, como empresas estavam em férias coletivas, o retorno de fato deve acontecer em 31 de março. “Terão um dia útil para se organizarem”, afirma.
 
Em vídeo, o residente do Consórcio Guaicurus, João Rezende, informa o reforço no serviço de transporte urbano a partir de terça-feira para atender trabalhadores da construção civil, farmácias, supermercados e tranporte de cargas.
 
 
 
 
 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE