PUBLICIDADE

Prefeito Marcos Calderan fez entrega de câmaras frias especiais para armazenar as vacinas do municipio


PUBLICIDADE

04/05/2021 06h29 - Atualizado em 04/05/2021 07h55

Prefeito Marcos Calderan fez entrega de câmaras frias especiais para armazenar as vacinas do municipio

As entregas foram feitas nesta segunda feira, dia 03, na unidade central de Maracaju.

*Hosana de Lourdes


Prefeito Marcos Calderan, secretário Thiago Caminha e Lucimar Galassi na unidade central de saúde de Maracaju
O prefeito de Maracaju nesta segunda-feira, dia 03 a entrega de câmaras de baixa temperatura, desenvolvidas para armazenar no controle preciso de temperatura ambiental e conservar vacinas. Neste primeiro momento 02 equipamentos que já chegaram a Unidade Central com capacidade de 92 mil doses e 09 câmaras de porte médio serão distribuídas as demais unidades de saúde com vacinas da cidade.
 
 
Durante as  entregas foram realizadas nas Unidades de Saúde Olivio Ferreira de Lima e outras 09 USFs serão contempladas, conforme aquisição pela secretaria,  entregue a todas unidades.
 
 
 
O prefeito de Maracaju, José Marcos Calderan (PSDB), explica que as novas câmaras frias irão suprir a necessidade de unidades que vão armazenar não só as vacinas de covid 19 mas, todas as vacinas recebidas pela secretaria de saúde local.  Segundo ele, a manutenção das temperaturas exatas e uniformes no refrigerador é a peça chave para assegurar a vida útil de vacinas, reagentes e outros biológicos.
 
 
“Estamos aqui na unidade central de saúde de Maracaju, fazendo a entrega dessas câmaras frias que vão armazenar não só as vacinas de covid 19 mas, todas as nossas vacinas. A importância desse investimento em um equipamento como este, que nos dá mais segurança e evita que tenhamos problemas”, explica.Prefeito Marcos Calderan (PSDB) durante entrega de Câmaras frias nas unidades de saúde de Maracaju
 
 
 
 
 
 
 
Todo equipamento adquirido conta com termômetro digital com subdivisão de leituras das temperaturas máxima e mínima diretamente e simultaneamente no mesmo display, que são memorizadas mesmo com o desligamento da câmara e reinício manual, além de sistema eletrônico de travamento que evita alterações inadvertidamente na programação e de monitorização automático de rede, restabelecendo os parâmetros de programação caso ocorra uma variação brusca de energia elétrica.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O secretário de saúde Thiago Caminha disse que as duas camaras frias do Posto central tem capacidade para armazenar 92 mil doses de vacinas,  “esse tipo de equipamento nos permite armazenar muito mais doses,  saber quanto há uma oscilação de energia na rede e nos dá mais segurança na manutenção das doses armazenadas, cada unidade de saúde vai receber um novo equipamento”, complementa o secretário.
 
#Maracajumaior e Melhor   #Maracajuinvestimentos #Administração Marcos calderan e Maurão vice.
 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE