PUBLICIDADE

Simpósio da Soja antecipa desafios e traz soluções para a safra 2023/24


PUBLICIDADE

31/08/2023 16h52

Simpósio da Soja antecipa desafios e traz soluções para a safra 2023/24

No ano passado o evento atraiu 1.000 participantes, consolidando-se como o principal evento de Naviraí, MS

Por José Roberto dos Santos


 O primeiro encontro do calendário de grandes eventos da Copasul (Cooperativa Agrícola Sul-mato-grossense) para a safra 2023/24 já tem data marcada. No dia 6 de setembro a cooperativa realizará o 19º Simpósio da Soja no espaço Arena Coliseu, em Naviraí, cidade localizada a  365 quilômetros de Campo Grande. Neste ano, o simpósio promete trazer perspectivas e soluções vitais para assegurar uma safra bem-sucedida aos cooperados, apesar dos desafios à frente.

 
 
Entre as principais dificuldades está a possibilidade de excesso de chuvas com a ocorrência de El Niño, que podem desencadear doenças e acamamento, além de infestação de plantas daninhas que estão causando prejuízos, como o capim pé-de-galinha. Na esteira disso, os especialistas vão apresentar soluções para manter a boa produtividade observada na safra 2022/23, quando a Copasul recebeu um volume recorde superior a 17,5 milhões de sacas.
 
Safra 2022-23
 
Uma das expectativas para a próxima safra é a confirmação da boa produtividade que os agricultores tiveram no ciclo anterior, 2022/23. Depois de uma frustração provocada pela falta de chuvas em 2021/22, os produtores deram a volta por cima e superaram marcas importantes.
 
“Estamos vindo de uma safra recorde de soja. Teve muitas áreas que produziram muito bem, principalmente as áreas de Maracaju, Dourados, que sempre tiveram um solo mais construído, com maior teor de argila e matéria orgânica, portanto já têm esse histórico de produzir bem. Mas no sul do estado, onde estão solos mais mistos, com menos matéria orgânica, muito ácidos, era difícil atingir isso. Mas graças a Deus, ao longo desse trabalho que vem sendo feito de correção de perfil, neste ano a produtividade foi alavancada”, celebrou o engenheiro agrônomo Anderson Guido, gerente corporativo do departamento técnico agronômico da Copasul.
 
 
“Tem talhões que fecharam com 85 sacas de soja, 90 sacas de soja e estão produzindo agora 140 sacos, 130 sacos de milho, portanto passando dos 200 sacos de grãos durante o ano”, informou.
 
Inscrições
 
Em 2023, o Simpósio da Soja segue para a sua 19ª edição. O evento começará às 7h, com o credenciamento dos participantes no espaço Arena Coliseu, localizado na Rua Kobe, nº 67, no centro de Naviraí. No ano passado, o evento teve um público recorde de 1.000 pessoas, consolidando sua posição como o principal evento da cultura da soja na região sul de MS.
 
As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no local ou ainda antecipadamente pelo site copasul.coop.br. Acesse o formulário diretamente clicando AQUI.
 
Programação do Simpósio da Soja 2023
 
06h30 – Abertura dos portões e credenciamento
 
07h30 – Cerimônia de abertura
 
08h – Palestra “Construindo Solos: em busca de estabilidade e produtividade para os cooperados da Copasul” (por Anderson Guido, engenheiro agrônomo e gerente técnico corporativo do departamento agronômico da Copasul)
 
 
08h30 – Palestra “Práticas de manejo para a construção do solo” (por João Dantas,  engenheiro agrônomo consultor em fertilidade de solo e nutrição e CEO da DataFarm)
 
09h30 – Intervalo
 
09h45 – Palestra “Manejo da fertilidade físico-biológica do solo: um dos pilares da resiliência e alta produtividade” (por Henry Sako, engenheiro agrônomo diretor da DK Ciência Agronômica e sócio da DataFarm)
 
11h – Palestra “Atualidades sobre resistência a fungicidas e manejo das doenças da soja” (por Luís Henrique Carregal, engenheiro agrônomo e mestre em fitopatologia, idealizador da Agro Carregal Pesquisa e Proteção de plantas)
 
12h15 – Almoço
 
13h30 – Palestra “Plantas Daninhas: como combater o pé-de-galinha e outras tragédias?” (por Leandro Paiola Albrecht, doutor em engenharia agronômica e professor da Universidade Federal do Paraná)
 
14h45 – Palestra “Manejo físico, químico e biológico para manejo de estresses e altas produtividade” (por André Reis, doutor em engenharia agronômica e professor de fisiologia vegetal na Universidade Estadual Paulista (Unep)
 
 
16h – Intervalo
 
16h15 – Palestra “Construindo Tropas de Elite” (por Rodrigo Pimentel, ex-capitão da equipe Alfa do Bope que serviu de inspiração para o personagem Capitão Nascimento, protagonista dos filmes Tropa de Elite I e II, pós-graduado em sociologia urbana, foi jornalista especialista em segurança pública e articulista).
 
 
 
 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • academia374
  • Nelson Dias12
PUBLICIDADE